Pet Shop – Como precificar produtos e serviços

O Dono do Pet Shop, Hotel, Banho & Tosa pode ter investido em ter um local enriquecedor tanto para o tutor quanto para os animais. Escolheu um local com uma boa demanda, investiu num marketing de qualidade, mas não está tendo clientes, será que o problema é o Preço?

Definir o Valor dos Serviços envolve uma série de fatores que devem ser conhecidos pelo empresário do setor pet. Ainda mais que em vários casos ele não conversa com o tutor regularmente e pode até mesmo ter dificuldades em fazer a venda direta para ele.

Não é incomum que o empresário tenha como base um ou outro fator para considerar, ao precificar seus serviços e produtos. Ou faz olhando para o preço da concorrência, ou analisa os seus próprios custos e aplica uma margem, etc.

Por isso hoje, trouxemos este artigo com  informações muito importantes para que você consiga fazer uma  precificação dos seus produtos e serviços, da maneira mais certeira e sem erros, aumentando o seu lucro.

O que é precificação?
Precificar é pensar e agir de uma maneira estratégica como uma tática para se calcular os preços de venda, pois esta é a alma do negócio e só assim podemos descobrir o que o nosso Cliente espera de um produto e, consequentemente quanto ele está disposto a pagar.

A princípio e sempre devemos nos questionar qual a disposição do Cliente que vai até seu Pet Shop em pagar, saber o real valor é o diferencial de mercado, e não só avaliar o preço de um produto com base no seu custo é a única opção, o correto, é saber o real valor do item, o quanto aquilo pode ser importante na vida de quem vai comprá-lo. É o diferencial do mercado, o algo mais que pode até colocar cifras acima em relação ao concorrente direto, e que mesmo assim vai proporcionar vendas e lucros maiores.

Você sabe qual a importância da precificação correta?
A precificação correta é um ponto muito importante para garantir que a empresa tenha lucros, o preço definido de maneira incorreta pode acarretar em prejuízos e até mesmo no fechamento do empreendimento. Se não conseguimos ter recebimentos (ou até mesmo lucros) maiores do que os pagamentos, todo o planejamento pode ir por água abaixo. 

Pode ser a diferença entre um negócio de sucesso e um negócio fracassado. Ainda assim, a precificação positiva é um dos grandes problemas do Mercado Pet.

Devemos saber com quem negociar ou quem pode ser nosso ponto chave, nacional e internacionalmente, para que a precificação dos nossos produtos e serviços, atendam o nosso cliente ou possível cliente de forma certeira. 

O cliente que está chegando, precisa de um toque rápido para perceber que seu estabelecimento é o que tem o melhor produto com o melhor preço. Mas como ele pode se dar conta disso?

Vamos a um exemplo: 

Jorge e Rafael tem um cãozinho chamado Pigu, e esse tem uma alergia. Então eles falaram  com sua veterinária de confiança e essa passou a eles, sobre uma ração de uma determinada marca, que ajudaria com a alergia do peludinho. Então, eles decidiram procurar sobre essa ração (com a certeza que essa já é a melhor opção) e também por Pet Shop, para poder comprar essa comidinha (faz isso para poder conseguir o melhor preço).

O que vai fazer com que Jorge e Rafael comprem a ração na sua loja?
Aqui temos três pontos que levarão Rafael até você:

  1. A sua loja deve estar inserida no mundo cibernético: Será muito difícil que Rafael vá até o seu produto, se ele nem sabe que a sua empresa existe. Por isso, esteja conectado. Dessa forma você também consegue ter uma visão de como a sua concorrência está precificando e atuando no mercado
  2. A sua loja está inserida na internet, ok. Eles encontraram vocês e começaram a navegar pela seção de rações, porém não conseguem encontrar a ração que precisam. O que ele irá fazer? Ou ele liga para vocês ou procura outro Pet Shop, o que é mais barato e mais fácil, claro. Então, além de ser visto, você também tem que saber quais os produtos que podem fazer a sua lucratividade aumentar.
  3. Aqui, você já está englobado nas duas primeiras partes: ser visto e ter o produto/serviço que o cliente procura. Porém, como já dissemos, a internet é um mundo muito amplo e muito fácil de ser localizado. Isso quer dizer o que? Não adianta muita coisa, você ter sua loja vista, o produto procurado, se o seu preço não é competitivo e você não oferece nada além do esperado. Nesse ponto é que a precificação correta se mostra ainda mais forte.

O custo, o produto, a concorrência, e a procura pelo serviço/produto, são fatores principais que você deve estar atento, para conseguir precificar corretamente, fidelizar o seu cliente, pagar suas contas e ainda ter lucro

Existem várias maneiras de fazer a precificação, vamos falar de algumas delas:

Por segmento ou nicho, baseada na concorrência;
Com base no seu segmento e nicho de mercado

Por tipo de produto ou serviço, baseada no custo;
Levar em consideração as características do produto

Por escala, baseada na demanda.
Vender em maior quantidade

  • Precificação pela concorrência
    Talvez o maior desafio ao precificar seja a comparação com o que a concorrência está cobrando. Afinal, se um concorrente baixar demais o preço, é possível que você não consiga cobrir seus próprios custos. Sendo assim, existem duas formas para considerar os concorrentes ao precificar.

    Uma é comunicar por meio da publicidade que sua empresa cobre os preços da concorrência. Isso serve para sua empresa ter um termômetro do mercado, já que permite descobrir em quais produtos/serviços você tem perdido receitas por preços incompatíveis.

    A outra é usar a tática do cliente oculto, que consiste em contratar pessoas para simular compras e, assim, descobrir em detalhes como o concorrente forma seus preços.
  • Precificação por custo

A precificação partindo dos custos parte da identificação dos custos fixos, variáveis, diretos e indiretos. Como exemplo, considere a formação do preço para fabricar uma roupinha de pet, em cima dos custos:

Fixos

  • Aluguel — R$ 5 mil;
  • Salários — R$ 50 mil.

Variáveis

  • Matéria-prima — R$ 3,50

Diretos

  • O equipamento para fabricar essas roupinhas gera um custo unitário de R$ 1,50 na forma de energia e manutenção.

Indiretos
Supondo que esse equipamento trabalhe ao custo de R$ 5,00 por hora, temos um custo indireto associado. Outros exemplos desse tipo de custo são seguros, depreciação e profissionais que atuam de forma auxiliar na produção.

Uma vez dispostos os custos, basta somar para ter um ponto de partida antes de precificar. Cada roupinha pet, nesse caso, sairia a 3,50 + 1,50 + 5 = R$ 10,00. Depois, basta calcular o ponto de equilíbrio para saber qual o valor para cobrir os custos fixos e obter lucro.



  • Precificação pela demanda

A precificação com base na demanda é relativamente simples. Suponha que uma região tem 21 pessoas interessadas em comprar um caderno mas sua empresa tem 7 para vender. Sendo assim, é provável que cada cliente esteja disposto a pagar mais para ter essa mercadoria escassa. Do contrário, se há mercadorias em excesso, então o preço a ser cobrado tende a diminuir.

Apesar de estarmos apresentando os métodos de precificação desta maneira – separadamente, como se fossem independentes – a verdade é que você precisará de todos juntos.

Markup

Por mais que o nome seja em inglês, o significado não é tão difícil como a princípio pode parecer. Podemos dizer que o markup é um índice multiplicador. Se você conseguir fazer o cálculo e chegar a ele, poderá aplicá-lo sobre o custo do seu produto para estabelecer o preço de venda sem erro nas contas. A partir dele, você terá mais segurança para negociar e oferecer descontos sem prejuízos para a empresa.

Esse método tem como base o custo. Para fazer esse cálculo e chegar ao índice markup de forma bem simplificada, você deve saber o custo da mercadoria vendida, os impostos sobre a venda, o custo fixo (aluguel, salários, energia e por aí vai), além do lucro que deseja obter.

Vamos supor que você venda uma caminha para cachorro que custou 200 reais. Nesse exemplo, digamos que suas despesas variáveis sejam de 10%, as fixas também de 10% e o lucro que você deseja obter, de 20%. Nesse caso, a conta fica assim: 100 / [100 – (10 + 10 + 20)] = 1,666.

Com o índice em mãos, você já pode calcular o preço de venda do seu produto. Para tanto, basta multiplicá-lo pelo custo da caminha: 200 x 1,666. O ideal, portanto, é que essa caminha de cachorro seja vendida a pelo menos 333,20 reais para que você obtenha os 20% de lucro pretendidos.

Conclusão

O processo de precificação de produtos e serviços é complexo, sendo necessário considerar todas as variáveis para chegar a um resultado bem sucedido, garantindo lucros justos e não abusivos. Entram em campo os preços da concorrência, a natureza dos produtos e a dinâmica de vendas, conforme você viu acima.

Lembrando que o preço também não é algo imutável, mas a mudança do mesmo também envolve custos e desgastes. Imagine você cobrando um valor para um serviço a cada mês? O cliente que pagou mais caro irá reclamar e aumentar o valor sempre trará um enorme desconforto para o cliente que já pagava um valor inferior.

Portanto, aliar uma política de reajustes e o quanto reajustar também é de extrema importância e deve ser avaliada praticamente da mesma forma. Avaliando todos os itens que definiram o preço original ou adicionando novos itens que podem não ter sido contemplados inicialmente.

O que você pode fazer?

Contrate uma consultoria contábil para te ajudar a chegar em uma precificação correta e mais adequada, levando em consideração todos os fatores que abrangem a existência do seu estabelecimento.

Nós aqui da Apoia Consultoria Contábil estamos dispostos a te ajudar.
O Mercado Pet é um dos mais lucrativos do país e você não pode ficar para trás. Um pedaço desse bolo pode ser seu.

Quer saber como podemos te ajudar a precificar e obter mais lucros?
Vamos conversar?
Entre em contato pelo WhatsApp (41) 98452-2155 ou nos mande um e-mail: contato@apoiacobtabilidade.com.br

Nosso objetivo é te ajudar a alcançar novos patamares.

Fontes:

Pet Shop – Como precificar produtos e serviços

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo