Coronavírus – Como enfrentar essa crise

A crise econômica provocada pela pandemia do coronavírus tem causado enormes prejuízos à economia global e atingido a saúde das empresas, que se veem diante de uma queda do volume de vendas e serviços prestados. Nessas horas, constatamos que planejamento estratégico e financeiro, podem fazer as diferença para enfrentarmos os momentos difíceis que estão por vir. 

O que fazer quando parece que tudo está perdido?
Sabemos que uma onda forte como essa, pode ser fatal para pequenas empresas, que não tem um planejamento financeiro e estratégico. Gastar mais do que se recebe, ou não conseguir ter uma visão de como estará seu caixa no próximo mês, pode ser um fator que complicará a sobrevivência do seu negócio em tempos de crise. Por isso, quando tudo isso passar, o melhor a se fazer é sentar e regrar o jogo, ajustando sua empresa em todos os cenários que possam afetar o seu faturamento e o andamento do seu negócio em um futuro próximo. 

Enquanto essa crise não passa, você sabe o que pode ser feito para que sua empresa não tenha tantos prejuízos? 

Em nosso novo artigo, trazemos sugestões de como enfrentar esse problema de frente, aumentando as vendas e reduzindo os custos, ganhando clientes ou fidelizando os de casa, sempre ciente que somente o planejamento pode ajudar verdadeiramente, segue com a gente!

O que eu posso fazer?

Use as mídias sociais
O momento é de atenção e de precaução. Seja uma empresa engajada nas redes, repassando informações da situação atual do seu negócio, sem deixar seu cliente perdido, comprometida também em proliferar esperança.

No momento em que o cliente se retrai e está praticamente recluso em casa, os donos de pequenos negócios precisam usar ferramentas digitais para chegar até o público. Uma solução rápida e de baixo custo é investir na criação de perfis da empresa nas principais mídias sociais (Instagram e Facebook).

Se sua empresa é de vendas de produtos, a sua preocupação deve ir além dos lucros. Mostre seu produto, e o seu diferencial, pense no seu cliente e no que ele espera no momento da compra. Seja prático e dê opções para o consumidor.

Tenha uma plataforma de vendas online
A situação não é tão simples como parece, mas você sabia que pode ter um site para vender seus produtos de forma rápida e sem custos? Isso mesmo! Nesse momento de quarentena, em que nossa maior preocupação é em não sair de casa, dar a opção ao cliente de compra sem sair de casa é o futuro.

Já pensou em vender cursos online? Se você é um profissional engajado, que sabe como é e como funciona o seu produto ou serviço, essa é uma boa hora de conseguir um faturamento maior, sem o estresse da venda direta. 

Se a sua empresa ainda não conta com ferramentas de venda online, esse é o momento de tomar essa atitude. Avalie qual das diferentes plataformas disponíveis no mercado mais se adéqua às suas necessidades.
Não perca tempo.

Aplicativos de Delivery, que tal?
Prestadores de serviço e negócios de alimentação fora do lar começam a sofrer com a ausência de clientes. Neste caso, é melhor o empresário se adequar para pagar as taxas cobradas pelos aplicativos de delivery do que não vender nada.

No segmento de alimentação, a adesão dos bares e restaurantes a esses aplicativos se tornou praticamente uma necessidade neste momento de crise provocada pelo coronavírus. Se você ainda tinha alguma resistência a esse modelo, essa é a hora de repensar sua estratégia.

Mas antes do lucro, pense na saúde de todos. Siga corretamente as instruções do Ministério da Saúde em relação aos cuidados higiênicos  contra a proliferação do vírus. 

Avalie seus custos
Com um gerenciamento inteligente dos gastos da sua empresa de forma eficiente, permitirá que você consiga identificar, oportunidades de investimento em um momento de crise, potencializando margem de lucro, ajudando a tomar decisões mais estratégicas de forma eficiente e consciente, entre outros.

É fundamental também, que você conheça profundamente os custos da sua empresa e seja capaz de avaliar quais são aqueles imprescindíveis para manter o negócio operando. Em um contexto de queda do faturamento, você precisa priorizar os que são realmente fundamentais e cortar ou reduzir os demais.

Negocie com seus fornecedores
Sabemos que os próximos meses não serão fáceis, mas se todos nos ajudarmos, poderemos sair dessa crise ainda mais fortes. Mas o que pode ser feito, além de ter pensamento positivo? 

Com a queda do faturamento, você vai precisar negociar com seus fornecedores um melhor prazo para cumprir seus compromissos. Essa negociação pode trazer o fôlego necessário para manter em dia aqueles gastos e despesas que não podem ser adiados. Se existir dinheiro em caixa para os próximos pagamentos, faça isso, caso contrário, encontre uma melhor forma de cumprir os acordos. Isso poderá ajudar sua empresa em negociações futuras. O momento pede união e compreensão.

Essas dicas podem servir durante qualquer período de crise econômica ou desaceleração.

Se for necessário…
As vezes, nem todas as medidas postadas acima serão aplicáveis ao seu negócio. Então, o que pode ser feito para que o prejuízo não seja tão avassalador e você mantenha sua empresa funcionando?

Verifique o crédito para capital de giro

Informações do site oficial do governo e também dos recentes pronunciamentos do Ministério da Economia, tentam ser um alento para os micro e pequenos empresários que temem pelo futuro de seus negócios.

Para tentar amenizar a crise econômica causada pela pandemia de covid-19, o governo brasileiro anunciou uma série de medidas que devem injetar quase R$ 150 bilhões em três meses. Uma das medidas alcança direto a seguridade do capital de giro. 

O Banco do Brasil, por exemplo, anunciou que vai reforçar suas linhas de crédito com 48 bilhões de reais para as empresas. O reforço vai para linhas de capital de giro, investimento e de antecipação de recebíveis, para companhias de todos os tamanhos. Os valores adicionais serão incorporados a linhas já existentes, para clientes com limite aprovado.

Além do Banco do Brasil, a Caixa também anunciou medidas para ajudar os micro e pequenos empresários. O presidente da Caixa informou que serão destinados R$ 40 bilhões para capital de giro, principalmente para empresas do setor imobiliário e as pequenas e médias.

Com esse crédito para capital de giro, você pode ter mais tempo para planejar como será o futuro da sua empresa. Verifique sempre o valor que será emprestado, as formas de pagamentos e o valor mensal que você terá que desembolsar. Além dos custos que sua empresa já tem, essa despesa deverá ser contabilizada na hora de fechar os pagamentos dos próximos meses. 

Para não se endividar…

Avalie o quão necessário será essa ajuda e pegue emprestado apenas o necessário. Planeje os pagamentos e não saia da linha. Se for preciso, use de suas economias pessoais para passar por esse momento. O que você fizer hoje, impactará a saúde financeira da sua empresa no futuro, pense com sabedoria e com exatidão. 

Conclusão:
Que essa nova fase, não seja apenas lembrada como algo ruim e como o fim das pequenas e médias empresas, nós podemos sair mais fortes dela.
Planeje com antecedência os próximos meses e não exite em pedir ajuda se for necessário.

Juntos somos maiores.

A Apoia Contabilidade é uma empresa de Contabilidade Consultiva, que através da gestão de empresas, ajuda os seus parceiros de negócios a crescerem.


Quer saber como podemos fazer isso?
Nos mande um WhatsApp para o número (41) 98501-8165 e vamos conversar.

Vamos juntxs?

Fontes:

https://www.terra.com.br/noticias/coronavirus/banco-do-brasil-reforca-linhas-de-credito-com-mais-r100-bi,b2995e3aa2e5dd9c5f2fc3b1867c87a0qis1au3p.html?utm_source=NEWSSTAND&utm_medium=rss

https://www.gov.br/pt-br/noticias/financas-impostos-e-gestao-publica/2020/03/governo-anuncia-medidas-de-ajuda-economica-para-micro-e-pequenas-empresashttps://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2020-03/bb-e-caixa-anunciam-liberacao-de-credito-para-empresas-em-dificuldades

Coronavírus – Como enfrentar essa crise

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo